Translate

sábado, 11 de junho de 2016

A Primavera Brasileira !

 

     Te todos os países emergentes que fazem parte dos BRICS. O Brasil foi o único que não passou por um processo revolucionário vindo do povo, pois todos que tentaram no passado foram exterminados seja pelos militares ou pelas elites agrárias. 

     Na China, Mão Tsé Tung liderou a revolução, Mandela na África do Sul, Ghandi na Índia e Lênin na Rússia. 
     
     Esse novo golpe que surge em nosso país, tirou o povo do comodismo e está ensinando aqueles que não sabiam ou desaprenderam a lutar, temos hoje à oportunidade de fazer a maior Revolução que esse país já viu, uma revolução com a participação do povo em geral e não orquestrada pela mídia e pelas elites assim como foram todas as realizadas até agora.

     Por mais que a mídia não esteja cobrindo e a GLOBO não mude a sua grade e fica entrando a cada cinco minutos, assim como fazia com aqueles que estavam com a camisa da CBF os empurrando para ocupar as ruas contra o governo DILMA. Desde a entrada de Temer, já foram realizados para mais de 400 protestos em todo o país e ontem pessoas saíram em 24 estados para gritar #ForaTemer e reivindicar  a volta da Democracia, a avenida paulista ficou ocupada dos dois lados lideradas por LULA e que segundo organizadores tinha mais de 100 mil pessoas.

    Todas as redes sociais estão ocupadas e isso está causando preocupação as elites e os partidos que representam os seus interesses como : PSDB, PMDB e DEM. Pessoas de tudo quanto é parte do Brasil e do mundo estão se organizando em grupos, comunidades, umas adicionando as outras e se reunindo para a derrubada do governo Temer e o estabelecimento de uma vez da democracia no país. Esse movimento está preocupando tanto as elites que já corre em senado leis que impedem de falar mal de político e inclusive podendo dar até prisão para aqueles que desobedecerem. Chegaram ao ponto de querer limitar a internet com a desculpa de que os jovens gastam muita internet jogando em rede.

Em plena Revolução Russa em 1917 Lenin disse em um de seus discursos: 

"A única garantia de democracia é o fuzil ao ombro do trabalhador" Vladimir Ilitch Ullianov ( Lenin)

     Apesar de achar que nos dias de hoje uma luta armada seria suicídio coletivo, pois as forças armadas mundialmente evoluíram e possuem equipamentos de visão noturna, rastreamentos de sensor de calor, sem falar a força bélica que evoluiu de forma gigantesca e de nada adiantaria se esconder nas selvas ou nas montanhas como faziam os grandes guerrilheiros, acredito que a luta armada de hoje se baseia no poder da caneta, dos livros e das ideias, uma arma que sempre foi abominada por toda ditadura e pelas elites mundialmente desde a antiguidade. Todo governo opressor incendiou livros, fechou escolas e sucateou a Educação. Os livros, a caneta e o intelecto, põe mais medo do que qualquer fuzil ou arma de destruição em massa.

     Mais sei também e tenho a consciência que nem todos tem esse dom, então, independente de sua guerrilha, seja ela urbana, intelectual, ocupando as ruas ou virtual, não importa,  use-as e lute!!!

Edgard Brasil

O MUNDO CONECTADO COM O LIVRE DA CAVERNA