Translate

sábado, 7 de maio de 2016

Até quando iremos aceitar o que está acontecendo no Brasil?


     Abro o site dos principais jornais do mundo e só dá Michel Temer e Eduardo Cunha. Até quando vamos aceitar mais um golpe na DEMOCRACIA do nosso país? Foi assim com: Getúlio, Café Filho, Jânio Quadros, Jango, JK e agora Dilma. O mundo todo sabe e inclusive nós aprendemos desde a 3° série do Fundamental que, quem manda no Brasil são as elites de MG e SP. As eleições nesse país só são respeitadas quando são eleitos aqueles que essas elites querem, caso contrário arrancam do poder. 

     Independentemente em quem você votou esse GOLPE tem que ser combatido e ensinar essas elites que eleições se ganham nas urnas e não assumindo na marra. Temer nem assumiu e só fala em retirar direitos e aumentar a aposentadoria para 70 anos e trazer de volta aqueles dinossauros da década de 80 e 90 que afundaram nosso país os colocando em ministérios, se não acordamos quem pagará como sempre será o pobre e a classe média, pois a política NEOLIBERAL valoriza as grandes corporações e massacra o micro e o pequeno empresário com o uso do monopólio.

     Essas elites só irão aprender quando o povo desse país acordar que temos todos os critérios para nos tornarmos uma potência mundial, nada nos falta, a não ser ambição e que não aceitamos mais migalhas dessas elite.

     Precisamos de uma Revolução aos moldes da Guerra de Secessão dos EUA, Queda da Bastilha na França, Revolução Gloriosa na Inglaterra, Revolução Cubana etc. Ou seja, derrubar essa elite e criar outras e não duas somente que controle tudo e todos, pois essas elites são representadas por partidos políticos onde todos são políticos de carreira.

     Enquanto esse país não passar por uma Revolução nesses moldes, o povo vai continuar assistindo e aceitando tudo passivamente, vendo o circo pegar fogo como se tudo fosse uma grande final de campeonato de futebol e essas elites continuará fazendo o que faz, ou respeitam a Democracia, ou saem no tapa.

Edgard Brasil

O MUNDO CONECTADO COM O LIVRE DA CAVERNA