Translate

terça-feira, 15 de dezembro de 2015

Chico Mendes se estivesse vivo, hoje comemoraria 71 anos!

Não poderia esquecer de deixar a minha singela homenagem a esse homem que lutou por uma causa que envolve e é de beneficio para toda a humanidade e que acabou pagando com sua própria vida, sendo morto brutalmente na frente de seus filhos e esposa.


      Chico Mendes (1944 - 1988), ativista político e ambiental brasileiro, nesta terça-feira completaria 71 anos de idade. O sindicalista lutou em defesa dos seringueiros na Amazônia, grupo do qual fez parte e que era contra o desmatamento da floresta. Chico atuava em manifestações pacíficas, chamadas de “empates”, em que os seringueiros protegiam as árvores com seus próprios corpos.
      Nascido em Xapuri, no Acre, Chico criou desavenças com grandes latifundiários e acabou assassinado na porta de casa por dois fazendeiros: Darly Alves da Silva e por seu filho Darcy. O atentado aconteceu em 1988, uma semana após de seu aniversário de 44 anos. Ambos os assassinos foram condenados por 19 anos e hoje estão soltos.


      O pior do que esses dois bandidos confessos estarem soltos, foi a declaração de Marina Silva falando que Chico Mendes: “Fazia parte da elite acreana”


      Chico mendes morreu de corpo físico, mas seu nome e seu legado vai ficar por toda a eternidade e por mais que uns tentem sujar o seu nome e a sua causa, a História sempre mostrará quem foi a vítima e seu legado nunca desaparecerá!

Edgard A. do Brasil





O MUNDO CONECTADO COM O LIVRE DA CAVERNA